Linhas de ação

Território e Meio Ambiente

A pesca artesanal depende de modo direto, de ambientes preservados que garantam a reprodução e manutenção das espécies. No entanto, os ambientes onde a pesca artesanal é desenvolvida, são constantemente ameaçados com a expansão desenfreada do agro/hidronegócio, poluição industrial e turismo predatório com graves danos: poluição, desmatamento, assoreamento e  expulsão.

As populações tradicionais são as verdadeiras guardiãs da biodiversidade e as comunidades pesqueiras não fogem a regra. Por esse motivo, o CPP atua solidariamente, junto às comunidades pesqueiras na luta pela permanência e pelo reconhecimento dos seus territórios tradicionais. A Campanha pela Regularização do Território Pesqueiro é um dos exemplos disso.

Confira logo abaixo, algumas das notícias publicadas, relacionadas a essa temática!

 

Conteúdo relacionado

Liderança do Senado recebe comunidade de Canabrava
Segundo Pastoral dos Pescadores, pelo menos 16 comunidades de nove municípios do Norte de MG sofrem com ofensiva
Violência contra pescadores é relatada à parlamentares

Comissão de pescadores e camponeses visita parlamentares para divulgar nacionalmente as violências enfrentadas

 

Seminário de mudanças climáticas
Guaiamum - Foto: EBC
Portarias do Ministério reconhecem Planos de Recuperação e possibilidades de manejo de peixes e invertebrados aquáticos.
Boaventura de Sousa Santos em Ilha de Maré
O sociólogo português participou da Tóxico Tour por Ilha de Maré, realizada durante o Fórum Social Mundial, no mês de março, em terras soteropolitanas.