Linhas de ação

Território e Meio Ambiente

A pesca artesanal depende de modo direto de ambientes preservados que garantam a reprodução e manutenção das espécies. No entanto, os ambientes onde a pesca artesanal é desenvolvida, são constantemente ameaçados com a expansão desenfreada do agro/hidronegócio, poluição industrial e turismo predatório com graves danos: poluição, desmatamento, assoreamento e  expulsão.

As populações tradicionais são as verdadeiras guardiãs da biodiversidade e as comunidades pesqueiras não fogem a regra. Por esse motivo, o CPP atua solidariamente junto às comunidades pesqueiras na luta pela permanência e pelo reconhecimento dos seus territórios tradicionais. A Campanha pela Regularização do Território Pesqueiro é um dos exemplos disso.

Confira logo abaixo, algumas das notícias publicadas, relacionadas a essa temática!

 

Conteúdo relacionado

O seminário aborda o tema “Carcinicultura em Sergipe: impactos, violação de direitos e estratégias de enfrentamento”

CPP participa do evento e denuncia os perigos da exploração de sal-gema no estado

Executivo ignorou minuta de conselho e enviou à Assembleia projeto que quer proibir pesca com fim comercial por cinco anos. Aprovada em primeiro turno, matéria aguarda última votação
Governo estadual defende exploração na bacia Pará-Maranhão e tenta liberar empreendimentos apesar de vetos do Ibama
A Pública foi até Oiapoque, no Amapá, ouvir os moradores sobre os planos da Petrobras de explorar petróleo em sua costa