Quem somos

BREVE HISTÓRICO

O Conselho Pastoral dos Pescadores é uma pastoral social ligada a Comissão Episcopal para o Serviço da Caridade Solidária, Justiça e Paz da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. O CPP é composto por agentes pastorais, leigos, religiosos e padres comprometidos com o Serviço junto aos pescadores e pescadoras artesanais na construção de uma sociedade justa e solidária.Frei Alfredo Schnuettgen, OFM

O trabalho pastoral com pescadores foi iniciado em 1968, nas praias de Olinda (PE), pelo Frei Alfredo Schnuettgen, OFM. Mais tarde o trabalho se espalhou para Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Em 1976, com apoio de Dom Helder Câmara, a Pastoral dos Pescadores foi reconhecida nacionalmente pela CNBB, tendo como coordenador e animador o próprio Frei Alfredo. Assim, a Pastoral dos Pescadores se expandiu para outros estados do Nordeste e outras regiões do país. Em 1988 o CPP tornou-se uma instituição com personalidade jurídica.

O órgão máximo é a Assembléia Geral, que se reúne ordinariamente a cada três anos. Outro espaço de decisão e encaminhamentos é o Conselho Nacional, que se reúne três vezes por ano e é composto pela diretoria, secretaria executiva e pelos representantes dos regionais do CPP: Norte (Pará/Amapá), Ceará, Bahia /Sergipe, Nordeste (Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Alagoas) e Sul (Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso do Sul). O atual presidente nacional do CPP é D. José Haring, bispo diocesano de Limoeiro do Norte (CE) e presidente da Regional NE 1.