Linhas de ação

Território e Meio Ambiente

A pesca artesanal depende de modo direto, de ambientes preservados que garantam a reprodução e manutenção das espécies. No entanto, os ambientes onde a pesca artesanal é desenvolvida, são constantemente ameaçados com a expansão desenfreada do agro/hidronegócio, poluição industrial e turismo predatório com graves danos: poluição, desmatamento, assoreamento e  expulsão.

As populações tradicionais são as verdadeiras guardiãs da biodiversidade e as comunidades pesqueiras não fogem a regra. Por esse motivo, o CPP atua solidariamente, junto às comunidades pesqueiras na luta pela permanência e pelo reconhecimento dos seus territórios tradicionais. A Campanha pela Regularização do Território Pesqueiro é um dos exemplos disso.

Confira logo abaixo, algumas das notícias publicadas, relacionadas a essa temática!

 

Conteúdo relacionado

Seminário de mudanças climáticas
Guaiamum - Foto: EBC
Portarias do Ministério reconhecem Planos de Recuperação e possibilidades de manejo de peixes e invertebrados aquáticos.
Boaventura de Sousa Santos em Ilha de Maré
O sociólogo português participou da Tóxico Tour por Ilha de Maré, realizada durante o Fórum Social Mundial, no mês de março, em terras soteropolitanas.
Ciclo de Debates em Noites de Lua

A carta denuncia que a SPU de Minas Gerais cancelou audiências marcadas com movimentos sociais e populações tradicionais por pressão de latifundiários.