STF

Entre os dias 22 e 28 de maio, o STF decide se mantém a suspensão do Parecer 001/2017 da AGU, que vem sendo usado para barrar demarcações de terras indígenas

Militantes de movimentos populares pedem que STF reveja posição em relação a prisão após segunda instância
Supremo Tribunal Federal - Crédito: Agência Brasil
Código prevê anistia a donos de terras que desmataram além do permitido até 2008. Em novembro, relator Luiz Fux votou contra perdão, mas maioria dos ministros não seguiu o entendimento.