Conflito socioambiental

Comunidade de Regência

Localização

Praia de Regência Linhares
Espírito Santo
Município(s) atingido(s): 

Linhares

Período: 
1970
População atingida: 

25 famílias

Agentes causadores: 
Petrobras; Empresa União Ferragem e Montagem.
Tipo de Agentes causadores: 
Situação do conflito: 

Com a chegada da PETROBRAS, houve mortes de peixes e tartarugas, contaminação da terra e vários impedimentos aos costumes e à cultura do povo ribeirinho, que, impossibilitado de colher os frutos da terra, passou a depender de embarcações que o levasse para as águas mais profundas, em busca do sustento. Balsas que transportam eucalipto e passam pelas áreas de pesca destroem os materiais e as condições de trabalho dos pescadores. Cercamento de terras públicas impedem as passagens da comunidade.

Há ainda a contração de capangas para destruição de moradias.

Mais recentemente, a chegada da lama de rejeitos da mineração, consequência do crime ambiental da Samarco no Rio Doce, chegou nessa região do litoral do Espírito Santo, contaminou os peixes e tem prejudicado a pesca.

Grupos apoiadores e parceiros : 

Movimento dos Pescadores e Pescadoras artesanais (MPP).

Fonte: 

Relatório de Conflitos Socioambientais e Violações de Direitos Humanos em Comunidades Tradicionais Pesqueiras no Brasil. – Brasilia/DF. 2016. 104p. - ISBN 978-85-60917-56-3 | Conselho Pastoral dos Pescadores, Org.: Tomáz, Alzení de Freitas & Santos, Gilmar.

Acesse aqui!