Conflito socioambiental

Baixada Maranhense

Localização

Pinheiro e Santa Helena
Maranhão
Município(s) atingido(s): 

Pinheiro e Santa Helena

Período: 
1970
População atingida: 

5000 famílias

Agentes causadores: 
Fazendeiros locais e pequenas mineradoras
Tipo de Agentes causadores: 
Situação do conflito: 

Apropriação irregular das áreas que incluem os campos naturais e áreas inundadas, o que atraiu inicialmente criadores de outras regiões e induziu criadores locais para a ocupação dos campos na criação de búfalos. Com a expansão irregular das cidades e a falta de planejamento na aquisição de matérias-primas, tornou-se uma prática a retirada de areia para a construção civil local. Essa ação somada ao desmatamento, causa assoreamento dos rios e, consequentemente, a redução de pescado na região, diminuindo a renda e comprometendo a

segurança alimentar das populações ribeirinhas.

Grupos apoiadores e parceiros : 

GERUR/UFMA; GEDMMA/UFMA; CNPT/ICMBio; Procuradoria da República do Estado do Maranhão; movimentos sociais; Pastorais Sociais; CUT; OAB/MA

Fonte: 

Relatório de Conflitos Socioambientais e Violações de Direitos Humanos em Comunidades Tradicionais Pesqueiras no Brasil. – Brasilia/DF. 2016. 104p. - ISBN 978-85-60917-56-3 | Conselho Pastoral dos Pescadores, Org.: Tomáz, Alzení de Freitas & Santos, Gilmar.

Acesse aqui!