Saiu na imprensa

Aquecimento da Terra ajudou pescadores de lagostas, mas agora poderá prejudicá-los

Linha fina: 
A mudança climática ameaça uma indústria de meio bilhão de dólares
Logo do Estadão
20-07-2018
Imprensa: 

The New York Times, reproduzida pelo Estadão | Por Livia Albeck-Ripka

Em matéria publicada no jornal americano The New York Times e reproduzida pelo Estadão, é relatado o drama dos efeitos das mudanças climáticas na diminuiçãoda quantidade de lagostas no Golfo do Maine, localizado na costa dos Estados Unidos. Segundo a matéria: "O Golfo de Maine aqueceu mais rapidamente do que 99% dos oceanos do mundo, em grande parte deste século, por causa da mudança do clima associada à variação natural. Até 2050, este aquecimento poderá reduzir as populações de lagostas do golfo em até 62%, informa o Instituto de Pesquisa do Golfo do Maine".

Confira a matéria na íntegra, no site do Estadão!

Confira também a cartilha publicada pelo CPP, sobre o impacto das Mudanças Climáticas na vida dos pescadores e pescadoras artesanais do Brasil! Acesse por esse link!