Linhas de ação

Território e Meio Ambiente

A pesca artesanal depende de modo direto de ambientes preservados que garantam a reprodução e manutenção das espécies. No entanto, os ambientes onde a pesca artesanal é desenvolvida, são constantemente ameaçados com a expansão desenfreada do agro/hidronegócio, poluição industrial e turismo predatório com graves danos: poluição, desmatamento, assoreamento e  expulsão.

As populações tradicionais são as verdadeiras guardiãs da biodiversidade e as comunidades pesqueiras não fogem a regra. Por esse motivo, o CPP atua solidariamente junto às comunidades pesqueiras na luta pela permanência e pelo reconhecimento dos seus territórios tradicionais. A Campanha pela Regularização do Território Pesqueiro é um dos exemplos disso.

Confira logo abaixo, algumas das notícias publicadas, relacionadas a essa temática!

 

Conteúdo relacionado

CPP realiza atividades no Fórum e debate os impactos da Economia do Mar contra as comunidades pesqueiras e nos Oceanos

Projeto de Lei que tramita no Congresso em regime de urgência coloca o modo de vida das comunidades pesqueiras em risco 

 Em carta aberta à Câmara Federal, as organizações comunitárias, movimentos sociais e entidades da sociedade civil expressaram preocupações sobre o Projeto de Lei 11.247/2018, que busca regulamentar parques eólicos offshore no país

 

Pescadores e pescadoras artesanais impactados negativamente pelo derramamento de petróleo lançam Manifesto pelos 4 anos do crime

Após um plebiscito nacional, o país votou pela interrupção das atividades de perfuração de poços de petróleo no Parque Nacional Yasuní, localizado na Amazônia equatoriana. Que sirva de inspiração para o Brasil e o mundo